Covid-19

Covid-19: Ceará tem 19,1 mil recuperados; são 31,4 mil casos confirmados no início desta tarde (22)

Dados foram atualizados às 13h19min desta sexta-feira, 22

Redação O Otimista
redacao@ootimista.com.br

Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), via plataforma IntegraSUS, informa que 19.137 pessoas estavam recuperadas da covid-19 até às 13h19min desta sexta-feira, 22. Segundo atualização, 43.267 estavam sob investigação e 77.910 testes foram realizados. São 31.465 diagnósticos positivos da doença. A taxa de letalidade estava em 7%, com registro de 2.203 mortes.

Boletim publicado na noite da quinta-feira, 21, apontou que o Ceará encerrou a tarde com 31.413 casos confirmados de covid-19. Segundo o relatório, 18.257 pessoas estavam recuperadas. Ao todo, 43.029 suspeitas estavam sob investigação e 77.910 testes foram realizados até a publicação do conteúdo, às 18h17. Com taxa de letalidade em 6,9%, o Ceará contabilizava no relatório 2.161 óbitos.

Embora registro de mortes tenha aumentado desde a ultima atualização, total não foi registrado somente nas últimas 24 horas no Estado. Laudos que aguardavam análise laboratorial foram concluídos e, portanto, contribuíram para aumento da contagem na divulgação mais recente do IntegraSUS.

Testagem

O aumento do número de casos no Ceará tem, entre outros motivos, a alta testagem como justificativa. Segundo a Sesa, houve ampliação na capacidade de diagnóstico laboratorial realizada pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), da rede pública estadual, e a Universidade de Fortaleza (Unifor) também começaram a fazer parte da logística de análise dos exames de biologia molecular. Junção das três entidades resultou na ampliação da capacidade para 1.200 testes de RT-PCR por dia.

Segundo a pasta, prioridade continua sendo testar pacientes internados, com comorbidades e principalmente os idosos, com mais de 60 anos, que se enquadram no grupo de risco da doença. Profissionais da saúde e segurança, integrantes da linha de frente no combate à pandemia, também estão com acesso prioritário. Quando o primeiro caso de coronavírus foi confirmado no Estado, no dia 15 de março, o Lacen tinha capacidade para receber, em média, 100 exames por dia. Com o avanço da doença e o aumento da demanda por testes, o laboratório se reestruturou, passando a analisar cerca de 900 exames diariamente. Até o dia 19 de maio, a unidade da rede estadual analisou 20.867 exames RT-PCR.

Seja o primeiro a saber. Siga nossas redes sociais:
Instagramhttps://instagram.com/ootimista?igshid=18bwnrfep8gg6
Facebookhttps://m.facebook.com/Ootimista/
WhatsApp: 085 9 8155.2022

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS