Economia

Carnaval traz expectativa de faturamento maior para barracas de praia

Cidade se torna destino para quem quer mais tranquilidade durante a festa e para os que querem curtir. Expectativa é que faturamento aumente 15% em relação ao ano passado

Heloísa Vasconcelos

heloisavasconcelos@ootimista.com.br

Expectativa de faturamento das barracas da Praia do Futuro para o Carnaval deste ano é positiva. Conforme a Associação Empresários da Praia do Futuro (AEPFuturo), vendas nesse período devem ser 15% maiores do que o do ano passado. Setor se encontra otimista pelo avanço nos índices econômicos e espera oferecer serviço de qualidade para fortalezenses e turistas que visitarão os estabelecimentos no período carnavalesco.

A presidente da AEPFuturo, Fátima Queiroz, aponta que setor se preparou com antecedência para o Carnaval deste ano. Ela calcula que foram gerados cerca de 300 empregos temporários para suprir a demanda do período, sendo possível que alguns desses funcionários sejam efetivados já pensando no período de alta estação de julho.

Para Fátima, as barracas da Praia do Futuro são espaço importante para o público local que decide não sair da cidade no Carnaval e para os turistas, que normalmente buscam Fortaleza por ser um destino mais calmo nessa época do ano. “O turista tem preferência por Fortaleza por ser uma cidade calma, que tem praias. Mesmo que não seja como é em Salvador ou Recife, Fortaleza tem um clima muito gostoso de Carnaval. As barracas da Praia do Futuro proporcionam isso o dia inteiro. Estamos otimistas, estamos preparados e faremos um grande Carnaval, com chuva ou sem chuva”, diz.

Ela destaca que, pensando no período de Carnaval, as barracas anteciparam a compra de insumos como caranguejo e pargo, animais que estão em período de defesa. Ponto importante pensado com antecedência foi a decoração das barracas, visando tornar ambiente mais receptivo para os turistas. “A gente já teve uma movimentação melhor nessas férias agora, bem superior ao ano passado, como se a crise estivesse melhor e as pessoas se permitindo gastar um pouco mais”, analisa.

“É um período curto mas bastante intenso onde as pessoas estão mais preparadas para gastar. É um faturamento muito importante. Se a gente fosse tratar de um final de semana comum, é pelo menos 50% a mais que um período que não fosse Carnaval”, aponta. Para os próximos anos, a expectativa é trazer mudanças nos cardápios e trazer novidades para os clientes, esperando manter o crescimento no movimento.

A estudante Vitória Lima, 20, veio com seu namorado, o empresário Diego Oliveira, 20, e seu sogro, o funcionário público Nailton Oliveira, 56, curtir a Praia do Futuro nas vésperas do Carnaval. A família do Pará veio para Fortaleza pela segunda vez e está animada para curtir a festa na cidade. “Queremos curtir bloquinho, viemos com família, mas a gente também quer se divertir”, conta. “A gente ama Fortaleza, sou completamente apaixonada pelo Ceará. Eu e meu namorado se pudéssemos a gente morava aqui”, completa.

A aposentada Ismêmia Monte, 60, vem a Fortaleza na época de Carnaval há cerca de 20 anos em busca de tranquilidade. “Quando a gente vem para Fortaleza é mais tranquilo, parece que o povo daqui vai para o Carnaval em todos cantos. Praticamente todo ano nessa época do Carnaval eu venho para Fortaleza”, afirma. Sua filha, a estudante Raissa Monte, 21, acompanhou a mãe no passeio mas voltará para Manaus antes da festa.

Skol investe no Carnaval de Fortaleza pela terceira vez consecutiva

O Carnaval de Fortaleza é pela terceira vez consecutiva patrocinado pela Skol, da Ambev. A cerveja também patrocina a folia em Aracati, onde será feita a ativação da marca. Segundo o gerente de marketing regional da Cervejaria Ambev, Renan Carvalho, Fortaleza é uma praça importante para a marca, que patrocina outros Carnavais no resto do país.

A marca patrocina Carnavais no Brasil há 11 anos e está presente em 37 cidades em 2020, sendo a maior patrocinadora da folia no país. São aproximadamente 30 mil ambulantes credenciados em todo o país, em 600 blocos apoiados pela cerveja. “Só de a gente como marca estar apoiando, a gente tá tornando a festa cada vez maior. A marca é o principal patrocinador de todo o material de venda de bebidas. É mais uma forma de movimentar a economia, já que o carnaval é uma época que esse produto é bastante consumido”, aponta.

Para Renan, uma das maiores preocupações da marca é buscar proximidade com os consumidores, sendo o Carnaval um momento importante para isso. “Nossa grande expectativa com o Carnaval, que é algo tão típico, tão único, que é um momento de diversão, é estar cada vez mais próximo com o consumidor local”, justifica.

“O Ceará tem um jeito muito peculiar e divertido de curtir o carnaval. A Skol que é a marca que mais entende de diversão nesse país precisava entrar nessa brincadeira”, afirma. A principal ação da marca no estado será em Aracati, onde será realizado o Mela-mela Skol. No evento, em que são esperadas 15 mil pessoas, será disparado pó colorido de quatro turbinas, tornando a festa mais divertida e colorida.

 

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS