Economia

Estado aponta 75 pleitos atendidos em prol da indústria cearense

A expectativa é que as medidas de incentivo econômico propostas por Camilo gerem um investimento de R$ 95,7 milhões, num primeiro momento

Redação O Otimista
redacao@ootimista.com.br

O Governo do Estado atendeu 75 pleitos em prol da indústria cearense, conforme a Agência de Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece). Os itens foram aprovados pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Industrial (Cedin), do qual o governador Camilo Santana é presidente.

O impacto das medidas, conforme a Adece, deve resultar em 1,2 mil empregos. Já o investimento estimado é de R$ 95,7 milhões num primeiro momento. Só na área da indústria alimentícia a previsão é de um aporte de R$ 85 milhões.

Este foi o primeiro encontro do grupo no ano e aconteceu pela internet, tendo em vista as recomendações de isolamento social em meio ao cenário de pandemia do coronavírus (Covid-19). “Essa reunião simboliza mais um esforço que o governador Camilo Santana tem feito no sentido de manter incentivos para o setor produtivo”, afirmou o titular Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (Sedet), Maia Júnior.

As medidas vão beneficiar principalmente os municípios de Fortaleza, Aquiraz e Juazeiro do Norte. Outras três indústrias já existentes no Ceará obtiveram prorrogação dos benefícios fiscais. Mais 35 concessões de benefícios nas importações de matérias primas e insumos para utilização de indústrias foram aprovadas pelo Cedin. Tiveram seus benefícios fiscais revisados ou aditivados outras oito empresas.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS