Jornal Impresso

Vereadores relatam expectativas para retorno ao plenário

Janayde Gonçalves
janayde@ootimista.com.br

(Foto: Érika Fonseca/CMFOR)

Na próxima quarta-feira (5), os vereadores retornarão ao plenário da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) após mais de quatro meses de trabalho remoto e relatam ao O Otimista as expectativas para o reencontro com o plenário. Na segunda-feira (3), os servidores da Casa já retornam aos seus postos de trabalho, mas a retomada não se estende às pessoas que compõem o grupo de risco para a covid-19, as quais deverão continuar atuando em home office.
Apesar de ser fundamentalmente um espaço de participação popular, durante as sessões apenas os parlamentares, os servidores e os profissionais de imprensa devidamente testados e credenciados poderão adentrar o Plenário. A abertura para visita aos gabinetes dos vereadores será limitada a duas pessoas agendadas previamente.

Medidas de prevenção
De acordo com o presidente da CMFor, Antônio Henrique, o protocolo para a continuidade das sessões presenciais é extenso e muito responsável. “Toda a casa passou por um trabalho de sanitização, além de receber nova sinalização, com indicativos de distanciamento social, instalação de totens de álcool gel e aferição de temperatura nas portarias”, explica.
A quantidade de assessores nos gabinetes foi reduzida e foram estabelecidas novas regras de acesso ao plenário. Todo o protocolo do retorno das atividades presenciais foi estabelecido em reunião da Mesa Diretora da Casa com o coordenador de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Antônio Lima.
Apesar da importância da rotina de sessões da Casa, o vereador Evaldo Lima (PCdoB) relembra que a atuação do vereador também se concretiza externamente. “O vereador tem essa missão de percorrer a cidade, a própria palavra vereador vem de veredas, abrir caminho, e também em “ver a dor” e ser solidário ao sofrimento da sua gente”, aponta, ponderando ainda estar receoso em relação ao cenário da covid-19 na capital cearense.
“Eu, particularmente, retomo com uma certa preocupação. Algumas atividades que tenho acompanhado em Fortaleza, atividades de lazer, nas comunidades, nas diversas regiões da cidade, percebo uma espécie de acomodação face à pandemia. E, na verdade, a gente ainda não superou esse cenário”, salienta o vereador.

Após teste negativo, vereadores se dizem tranquilos

Os vereadores Larissa Gaspar (PT), Jorge Pinheiro (PSDC), Dummar Ribeiro (PPS), Evaldo Lima (PCdoB), Cláudia Gomes (DEM) e Guilherme Sampaio (PT) dizem ter testado negativo para a covid-19 e se sentem tranquilos para a retomada. “No nosso caso, o restante da assessoria voltará em nosso espaço cultural na Avenida da Universidade, a Casa Vermelha, com os mesmos protocolos, sem atendimento ao público, com limitação de pessoas num ambiente, máscaras, troca de vestimenta e de sapatos ao chegar, reuniões com mais de três pessoas somente por meio virtual”, explica Guilherme Sampaio.

“Ansioso para voltar”

O vereador Dummar Ribeiro sente-se apto à retomada do trabalho por não possuir nenhuma comorbidade. “Já fiz o teste e os assessores também. Estou me sentindo muito bem e estou ansioso para voltar aos trabalhos”, relata.
Jorge Pinheiro também diz estar tranquilo. “Estou vendo que o protocolo adotado pela Casa trata com extremo zelo a questão da higienização, da sanitização dos locais que serão utilizados pelos vereadores e assessores ou por aqueles que vierem à Câmara”, diz.
A vereadora Cláudia Gomes afirma que já testou duas vezes negativo para a covid-19. Ela diz que esteve presente na reunião em que o presidente da CMFor apresentou as medidas de segurança adotadas e diz se sentir segura para voltar. Apesar de ser hipertensa, garante que o quadro está sob controle e afirma que em breve deve repetir o teste para o novo coronavírus.
“Por mais que a gente faça o isolamento social, a gente tem contato com as pessoas. Nós precisamos atender a população, mesmo adotando todos os cuidados”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS