Opinião

Camilo com o presidente nacional do PSB, uma volta às origens

Por Edison Silva
edisonsilva@ootimista.com.br

O governador Camilo Santana receberá, nos próximos dias, em Fortaleza, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. Não será mera visita de cortesia. Siqueira vem ao Ceará, ciceroneado pelo seu correligionário, deputado federal Denis Bezerra, para abonar algumas filiações, que ainda não será a de Camilo, um ex-integrante da agremiação. A primeira eleição majoritária disputada por Camilo foi em 2000. Ele era filiado ao PSB quando concorreu ao cargo de prefeito de Barbalha, ficando em 4º lugar. Em 2004, quando voltou a pleitear o mesmo cargo, ficando na segunda colocação, já estava filiado ao PT. A migração foi tranquila, portanto, as portas do PSB já estão novamente abertas para ele.

No Blog de Política (blogdoedisonsilva.com.br) já falamos da relação até constrangedora de alguns petistas com Camilo por conta da sua relação com o senador Cid Gomes. Essa aliança será mantida na disputa pela Prefeitura de Fortaleza. Nesta semana, conversando com um dos mais próximos aliados do governador, ele nos afirmava não haver a menor chance de Camilo deixar de estar no palanque do candidato governista, tendo ou não o PT candidato. E ele terá, podemos dizer. O quadro atual nos credencia a afirmar que serão infrutíferos os esforços que possam ser desenvolvidos pelo governador para evitar uma candidatura petista contra a governista.

Aliás, entre petistas, não aliados com o governador, e os líderes do grupo governista cearense não existe apenas a divergência política, há animosidade. Por conta disso, se Camilo conseguisse a proeza de convencer o PT de Fortaleza a aliar-se com o PDT na disputa municipal, ainda teria que redobrar os esforços para fazer o PDT aceitar a aliança, levando-se em consideração as manifestações de Ciro Gomes contra o PT, em especial contra o ex-presidente Lula. O encontro do governador com o presidente nacional do PSB, nos próximos dias, também terá um foco na sucessão municipal em Fortaleza.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS