Política

“Devemos abrir o comércio”, reitera Bolsonaro após discurso em rede nacional

Na última terça-feira, 24, em pronunciamento em rede nacional, o presidente criticou governadores e prefeitos por fecharem escolas e o comércio para evitar a propagação do coronavírus

Redação O Otimista
ootimista@ootimista.com.br

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) postou, na manhã desta quarta-feira, 25, pelas redes sociais, postagem que reitera o pronunciamento feito em rede nacional, na última terça-feira, 24. “38 milhões de autônomos já foram atingidos. Se as empresas não produzirem não pagarão salários. Devemos abrir o comércio e tudo fazer para preservar a saúde dos idosos e portadores de comorbidades”, reiterou. Confira postagem:

View this post on Instagram

A post shared by Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) on

Na manhã desta quarta-feira, 25, o presidente e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), trocaram acusações durante uma videoconferência com governadores da região Sudeste para discutir sobre a Covid-19. Na última terça-feira, 24, em pronunciamento em rede nacional, o presidente criticou governadores e prefeitos por fecharem escolas e o comércio para evitar a propagação do coronavírus. Governadores de diversos estados criticaram o discurso feito por Jair Bolsonaro.

Na manhã desta quarta, foi a vez de Ronaldo Caiado, aliado do presidente, se manifestar contrário ao discurso de Jair. De acordo com informações do portal de notícias G1, Doria disse que Bolsonaro deveria ser exemplo de liderança e lamentou o pronunciamento do chefe do Executivo, em que ele desconsiderou as medidas indicadas pela Organização Mundial de Saúde de combate ao coronavírus. “Na condição de cidadão, de brasileiro, e também de governador, início lamentando os termos do seu pronunciamento à nação. O senhor como presidente da República tem que dar o exemplo. Tem que ser mandatário para comandar, para dirigir, liderar o país, e não para dividir “, afirmou o tucano.

Ainda conforme o portal de notícias, na resposta, Bolsonaro disse que o governador “apoderou-se” para se eleger e que depois “virou as costas”, passando a atacar o Governo Federal.

Seja o primeiro a saber. Siga nossas redes sociais:
Instagramhttps://instagram.com/ootimista?igshid=18bwnrfep8gg6
Facebookhttps://m.facebook.com/Ootimista/
WhatsApp: 085 9 8155.2022

 

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS