Política

Governadores do Nordeste dizem que Governo Federal promove um “atentado à vida”

No documento, eles também ressaltam que seguirão “orientados pela ciência e pela experiência mundial, para nortear todas as medidas”

Redação O Otimista
ootimista@ootimista.com.br

Após reunião realizada nesta sexta-feira (27), os governadores do Nordeste lançaram carta na qual acusam o Governo Federal de promover um “verdadeiro atentado à vida”, com a campanha “Brasil não pode parar”, que vai no sentido contrário das orientações de entidades médicas sobre o combate à covid-19. O texto foi publicado pouco depois de a Frente Nacional dos Prefeitos também se manifestar, afirmando que pedirão responsabilização cível e criminal do Planalto por ir contra o isolamento social.

“Manifestamos nossa profunda indignação com a postura do Governo Federal, que contraria a orientação de entidades de reconhecida respeitabilidade, como a OMS – que indicam o isolamento social como melhor forma de conter o avanço do Coronavírus -, e promove campanha de comunicação no sentido contrário, estimulando, inclusive, carreatas por todo o país contra a quarentena”, diz o texto.

No documento, eles também ressaltam que seguirão “orientados pela ciência e pela experiência mundial, para nortear todas as medidas”, que apontam o isolamento social como melhor forma de conter o avanço do novo coronavírus. Nesta tarefa, dizem, buscarão integração regional e com os outros estados, além do Congresso, “mobilizados pelo objetivo de salvar vidas e amenizar os impactos negativos sobre a economia dos estados”.

Dizem, ainda, que pedirão manifestação oficial do Conselho Federal de Medicina, do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde e da Sociedade Brasileira de Infectologia, além do acompanhamento e orientação do Ministério Público Federal e do Ministério Público dos Estados.

Confira íntegra da carta dos governadores do Nordeste aqui.

 

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS