Política

Prefeitura quer antecipar dois feriados para a próxima semana

Os feriados, previstos para junho e agosto, passariam para as próximas quarta e quinta

Prefeito Roberto Cláudio deve encaminhar mensagem à CMFor na segunda-feira (Foto: Reprodução / Facebook)

Redação O Otimista
redacao@ootimista.com.br

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) encaminhará na segunda-feira (25) à Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) mensagem pedindo a antecipação para a próxima semana do feriado de Corpus Christi, originalmente previsto para 11 de junho, e de Nossa Senhora da Assunção, previsto para o dia 15 de agosto. Os feriados passariam para os dias 27 e 28 deste mês, respectivamente quarta e quinta-feira da próxima semana. A medida é uma forma de ampliar o isolamento social em Fortaleza, principal foco no Ceará da epidemia do novo coronavírus, causador da covid-19.

A medida foi divulgada pela assessoria de imprensa do prefeito, mas também pelo governador Camilo Santana (PT) em uma live em suas redes sociais. “Isso melhora o isolamento social, e ajuda a iniciarmos a retomada da economia não termos mais feriados”, declarou o petista.

Fortaleza está em “lockdown” até o fim mês – ou em “isolamento social rígido”, segundo a terminologia da Prefeitura e pelo governador. De acordo com Camilo, o cumprimento das medidas – não só na Capital, mas em todo o Estado –  é fundamental para o controle da covid-19. “Reforçar o apelo para que a gente possa cumprir esse período dessa semana até o final da próxima semana. Quanto mais a gente cumpre esse isolamento, mais rápido iniciamos essa retomada”, diz o petista.

O governador informou que o lockdown em Fortaleza já trás resultados. Os dados, de acordo com o petista, apontam para uma estabilização da doença na Capital. “Temos visto uma queda na demanda nos postos de saúde, nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) em Fortaleza. São sinais importantes”, disse. Segundo ele, confirmada essa tendência, a expectativa é de que o plano de desconfinamento comece a ser executado a partir de junho.

Havia a expectativa de que Camilo anunciasse ainda esta semana detalhes do plano. Entretanto, segundo ele, o documento ainda está sendo finalizado. Neste sábado, o governador declarou que suas equipes econômica e de saúde debateram o assunto. “Esse plano ainda está sendo discutido com setores, mas pretendemos em breve já divulgar”, disse.

O petista destacou que o relaxamento do distanciamento social deve acontecer gradualmente para evitar uma nova onda de contaminações. “Se isso não for feito de forma responsável, com controle, protocolo, monitoramento, acaba tendo que voltar (o isolamento)”, explica.

Regionalização

Durante a live, Camilo informou que a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) começou a trabalhar em um esforço de regionalização das políticas de contenção do coronavírus. Para isso, a partir da próxima semana, ele deve começar a realizar reuniões virtuais com prefeitos de diferentes regiões para debater o tema. “A Sesa está trabalhando o grau de incidência por região e a quantidade necessária para atender esse crescimento”, explicou.

O petista informou que, desde o começo da pandemia, o Ceará – somando-se Estado e municípios – já destinou mais de 2,2 mil leitos apenas para atender casos de covid-19. E a expectativa é aumentar essa quantidade. Além dos 200 respiradores vindos da China que chegaram ao Estado na última semana, o Palácio da Abolição espera outros 300 vindos do gigante asiático até o fim do próximo mês.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS